Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo 2017

A CRISE DA ÁGUA E O JUÍZO QUE VIRÁ. UMA PARÁBOLA...

A primeira vez que fui exposto a uma palavra de ensino sobre os últimos dias foi no ano de 1974. Lembro até hoje os estudos, os conteúdos, a minha surpresa...
Depois acompanhei muito os estudos de meu pai sobre as profecias bíblicas e o apocalipse.
Bem, meu pai já está com Jesus, mas sua vida me influenciou a acompanhar o tema...
O tempo passou, e por que nada estava realmente em curso naqueles dias que apontassem para uma urgência do conteúdo não chamou tanto minha atenção como chama hoje...
Pois é inegável que lentamente, muitas coisas aconteceram ao longo deste tempo...
E em alta velocidade nos últimos anos.
Eu estava meio "adormecido para o tema", quando fui despertado pelo Espírito Santo a estudar sobre o tema em 2007. Fui desafiado por pastores amigos queridos a ensinar a respeito do tema por alguns domingos pela manhã daquele ano...
E quando comecei a rever meus estudos para me preparar, fiquei estarrecido em perceber quantos eventos já estavam acontecendo ao meu redor e eu…

A ÚLTIMA GERAÇÃO E O ANO DE 2017

Quando eu penso acerca dos cenários bíblicos e proféticos considerando alguns pontos de numerologia bíblica, reconheço, sou de certa forma, tendencioso...
Explico!
Há um interessante texto em Apocalipse 9:15, em que lemos acerca de quatro anjos terríveis do tempo do Juízo:
“Foram, então, soltos os quatro anjos que se achavam preparados para a hora, o dia, o mês e o ano, para que matassem a terça parte dos homens.
Considero esta referência muito interessante, pois posso pensar, por inferência, que quando Jesus diz que “ninguém sabe o dia nem a hora” da Sua vinda, eventualmente eu posso crer que Ele nos deixa exercitar o pensamento que, em algum momento, poderemos saber o ano... depois o mês... e talvez, mais perto, o dia e a hora...
Ou não? Será?
Bom, sei que é controversa esta matéria...
Mas eu tendo a pensar que saberemos sim, muitas coisas sobre este contexto tão importante e excitante sobre nosso futuro, como creio que somos chamados a fazer, como já escrevi aqui...
Voltando ao texto de…