Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

MAIS BÍBLIA, MENOS ILLUMINATTI...

No ano de 2007 o Espírito Santo de Deus avivou em meu coração o desejo de voltar a estudar acerca dos sinais da volta de Jesus... E lá se vão quase dez anos! Mas desde meus 14 anos eu estudo escatologia, e tive a oportunidade de ler livros, participar de seminários, palestras, pregações, estudos... Fui abençoado com a oportunidade de aprender muito sobre o que a Bíblia diz acerca dos últimos dias com homens e mulheres muito abençoados por Deus. Fui ensinado na escola clássica, com o arrebatamento acontecendo antes da tribulação, embora hoje tenha por claro que ainda não temos como ter certeza se será mesmo assim.. Ou se teremos dois arrebatamentos, ou ainda se teremos um arrebatamento no meio dos sete anos. Pouco importa... O importante é que o que perseverar até o fim será salvo, ou seja, somos chamado a manter a nossa posição, a nossa confissão acerca de Jesus, O Cristo. Se seremos livrados de tudo, se alguns de nós seremos, se passaremos pela primeira metade da Grande Tribulação, bem...…

O IMPORTANTE NÃO É COMPETIR. É VENCER!

E chegamos no dia da festa de encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O que quero propor a sua reflexão é observar a bela, mas mentirosa frase, que inspira todos os Jogos, e que acabou, também, de maneira absurda, sendo absorvida por muitos cristãos.
Embora não seja o autor da frase – ela é creditada a um bispo de Londres, que a teria dito antes dos Jogos de 1908 –, o Barão de Coubertin levou a fama. Ele foi quem a adotou como um lema, que se tornou famoso mundialmente:
“O importante não é vencer, mas competir. E com dignidade”.
Veja o quanto esta frase não reflete a verdade nem em relação aos jogos... Quantos se lembram de competidores desta Olimpíada ainda em curso que não venceram? Pensando no fato que mais de 10.000 atletas competiram, mas apenas por volta de 1.000 deles ganharam medalhas, constatamos que vamos lembrar mais dos que ganharam ouro. E mesmo assim de modalidades de nosso interesse. Como, por exemplo, do futebol. E principalmente, por impacto emocional, dos novos atlet…