Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

OS DIAS DE NOÉ!

"Como aconteceu nos dias de Noé, assim também será nos dias do Filho do Homem. Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e os destruiu a todos".
Lucas 17:26
Bem amigos do Blog... Estive ontem concluindo a ministração de um seminário sobre Apocalipse e profecia bíblica em uma igreja de irmãos queridos. Muito preciosos mesmo. E, claro, para um projeto assim, é sempre necessário investir um tempo importante para atualizar o material de apresentação e rever minhas anotações. E, principalmente, atualizar o que há de novo. E durante este tempo, um fato me chamou por demais a atenção. A presença marcante de Noé nestes dias em que vivemos... Já percebeu? A primeira manifestação midiática, creio, foi meio que subliminar... Não sei se você assistiu ao filme 2012, mas o filme apresenta como solução para salvação em meio aos tsunamis, arcas inspiradas claro, na Arca de Noé. No filme, a única esperança para se sobreviver ao cataclismo que…

ESTAMOS ÀS PORTAS DE MAIS UM GRANDE TERREMOTO?

Os últimos dias tem apresentado uma série de terremotos de média intensidade, embora acima da média pela frequência, em diversos lugares.
Todos eles, predominantemente, no assim chamado Círculo de Fogo, região em que há a maior atividade sísmica e vulcânica em nosso planeta.
Esta avaliação não é minha, não é profética.
Sites científicos diferentes, que eu acompanho com certa regularidade, apresentaram textos e análises neste sentido.
Nada de novo, pois estamos acompanhando um aumento dramático nos últimos anos de ocorrência de terremotos em diversos lugares.
Em quantidades e intensidades cada dia maiores.
Como sei disso?
Não porque alguém me falou, mas porque já há mais de cinco anos acompanho o site do governo americano que controla a atividade sísmica global diariamente.
Diariamente, você perguntaria?
Sim, diariamente, responderia...
Alguns podem achar exagero, mas há mais de cinco anos eu desisti de “comer pela mão dos outros” acerca do cenário profético, e mesmo da "interpretação"…